quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Até aqui nos ajudou o Senhor. Feliz ano novo!

Falta pouco para a chegada de um novo ano. Que 2015 seja um ano de muitas mudanças, vitórias e conquistas para todos nós.  2014 foi um ano maravilhoso, foi um ano de conquistas para muitos, e de perdas para outros. 
Sabemos que 2015 não será apenas  um ano de vitórias, conquistas e alegrias, mas continuará a haver mortes, tragédias, violências, perdas, injustiças, impunidade, etc...  Mas o que importa é que até aqui temos sobrevivido, até aqui conseguimos vencer as barreiras, e isso não é porque somos os melhores ou os mais fortes,  mas sim porque somos guardados e guiados pelo Dono da terra, o nosso Deus, que tudo pode!
 Quero desejar a todos vocês, meus queridos irmãos em Cristo,  um ano repleto de bençãos. E que dia após dia venhamos a nos aproximar mais do nosso Deus, porque quanto mais os dias, meses e anos se passam mais se aproxima a vinda de Jesus. 
E que todos nós com alegria, gritemos em alta voz:  EBENÉZER, ATÉ AQUI O SENHOR NOS AJUDOU!


FELIZ 2015 PARA TODOS VOCÊS!

Priscila Gomes

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O pecado da murmuração


A paz do Senhor meus queridos e queridas, vamos ao texto de hoje?

1 Coríntios 10. 10

"E não murmureis como alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor''
No texto de hoje irei comentar sobre um assunto que infelizmente tem sido praticado pelos muitos que se dizem cristãos: MURMURAÇÃO.
O que é murmuração? Murmuração é o mesmo que censurar, criticar, falar mal de alguém pelas costas, e também.... reclamar!

RECLAMAR! Quem é que nunca fez uma reclamaçãozinha? Quem é que nunca criticou alguém por ter tomado uma atitude errada? Quem é que nunca reclamou por não ter uma carne de primeira qualidade no prato? Quem é que nunca reclamou por ficar uma hora no ponto esperando o ônibus? Enfim, quem é que nunca reclamou na vida? Não sejamos mentirosos, todos nós já murmuramos.

A murmuração não agrada a Deus, saiba disso, Ele não se agrada de pessoas murmuradoras. Lembremos um pouquinho do povo de Israel. Nossa mas que povo reclamão! Reclamavam de tudo e até mesmo do próprio líder deles, Moisés, pois não confiavam plenamente em Deus, duvidavam do poder dEle e sempre recorriam a outros deuses.

Deus havia tirado este povo com mão forte do Egito para levá-los a um terra infinitamente melhor, para um terra que manava leite e mel. Mas para chegar lá era preciso atravessar um deserto. Eles seguiram felizes sem reclamar por um tempo, mas logo que surgiram as primeiras dificuldades logo começaram a murmurar e a desconfiar de Deus. Muitos deles quiseram voltar novamente para o Egito, pois no Egito tinha comidas deliciosas, peixes, cebolas, pepinos e muitos outros alimentos agradáveis ao paladar.

E quem é que tinha que aturar Israel 24horas por dia? Moisés. Era assim: o povo reclamava com Moisés e Moisés levava a reclamação do povo a Deus. Na verdade, quando o povo murmurava contra Moisés eles estavam murmurando contra o próprio Deus, pois quem havia tirado o povo do Egito foi Deus e não Moisés; Moisés foi o instrumento que Deus usou para realizar essa obra.
A murmuração nos leva a perder a benção de Deus e até mesmo a salvação. Israel murmurou e Deus fez pão cair do céu; Israel murmurou e Deus fez carne cair do céu; Israel murmurou e Deus fez a água sair da rocha. Deus fez tudo isso porque o povo murmurou. Deus cuidou de Israel do começo ao fim, mas perguntem se Ele permitiu que todos os que saíram do Egito entrassem em Canaã? Não. Deus impediu que eles entrassem na terra prometida devido as incansáveis reclamações. Toda aquela geração que saiu do Egito pereceu no deserto e não entraram na terra prometida, exceto Josué e Calebe.

Deus pode até nos dar algo que estamos pedindo, não porque é da sua vontade, mas sim por causa das nossas reclamações e murmurações. No entanto podemos perder a maior benção: a salvação da nossa alma.
Agora deixemos por um momento Israel de lado e pensemos em nós mesmos. Qual foi a sua e a minha reclamação de hoje?

"Nossa mais que droga! Vou ter que comer ovo de novo? " " Que saco, vou ter que ir trabalhar de novo?"
''Mas que droga''
''Que saco!''
Que porcaria!
Que ódio!
''Que raiva!''
Murmurações e murmurações...reclamações e reclamações = pecado.

Muitas vezes nós reclamamos de coisas que parecem ser bobas, mas que não são. Reclamamos do nosso trabalho, do nosso salário, do nosso chefe, do nosso pastor, da nossa igreja, daquela oração que fizemos e Deus ainda não respondeu... enfim, reclamamos de quase tudo na vida.
Nós temos que acreditar que tudo o que Deus faz em nossa vida é perfeito. A Bíblia diz que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (Romanos 12.3). Se nós oramos entregando os nossos problemas nas mãos de Deus, então precisamos ficar em paz e confiar que no tempo certo Ele vai agir. Quando murmuramos demostramos que não confiamos em Deus e também mostra que não acreditamos no seu poder, igual a Israel.

Não devemos murmurar, murmuração é pecado e nos leva a perder a salvação. Não importa as circustâncias da nossa vida: a vontade de Deus é boa perfeita e agradável. Tudo o que Deus faz é perfeito, Deus nunca erra. Confiemos.
Gosto muito de assistir o discovery chanel, lá passa alguns documentários de pessoas que sofrem com cada tipo de doença rara. Muitos deles aprenderam a conviver com a sua deficiência ou deformidade física. É claro que eles, sem duvidas, gostariam de ser perfeitos como as outras pessoas, mas a vida é assim mesmo, devido a genética alguns nascem com  deformidades. Mas o que eu acho interessante é que eles não ficam reclamando dos seus problemas. Vários deles se tornaram palestrantes e viajam pelo mundo contando às pessoas que é possível ser feliz mesmo tendo alguma deficiência física. E nós? 
Precisamos nos converter! Deixemos as reclamações de lado e confiemos mais em Deus. Lembre-se, Deus não se agrada dos murmuradores.


Leia 1Coríntios 10.1-12

Beijãao no coração <3 

- Priscila Gomes da Silva