terça-feira, 11 de setembro de 2012

O anseio pelas coisas passageiras

Hoje em dia existem muitas pessoas ambiciosas que, desejam ardentemente alcançar os seus objetivos e que não se preocupam com as consequências de seus desejos. Muitos pensam que só serão felizes se possuírem muitas riquezas, status e poder. Trabalham dia e noite, se sacrificando para obter luxo, conforto e bens. É lógico que todos devem lutar para realizar seus sonhos e objetivos, mas sem ambição e cobiça.

A cobiça faz do homem um egoísta, ele se esquece do amor, da sua família e, procura sempre satisfazer os seus desejos pelas coisas materias e temporais. Outros desejam ser ricos, amam o dinheiro. A Bíblia diz que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1Tm 6.10). Muitos matam por dinheiro, outros roubam por dinheiro, não é verdade? E Acã? O pecado dele, a cobiça, fez com que o povo de Israel perdesse uma batalha (Js 7.1-7).


As coisas desse mundo são passageiras, temos que nos preocupar com a nossa vida espiritual que é mais importante. Os bens, as riquezas, tudo isso é passageiro e não levaremos nada conosco quando morrermos.
Olha o que o Senhor perguntou para o rico insensato ''...esta noite te pedirão a tua alma, e o que tem preparado para quem será?'' ( Lc 12.20)

sábado, 1 de setembro de 2012

Há tempo para todas as coisas

Há tempo para todas as coisas debaixo do sol. É assim diz a Palavra de Deus em Eclesiastes 3:1-8.
Às vezes queremos tanto receber uma bênção de Deus, uma resposta; choramos nos desesperamos ao vermos os dias e os anos passando e tudo permanecendo do mesmo jeito. Algumas vezes, nos momentos de desespero, acabamos por ''jogar'' Deus contra a parede e exigimos que ele nos dê aquilo que queremos. Mas, quem somos nós para exigir algo de Deus? Ele não é obrigado a nos atender.

O fato é que o nosso problema, é que não sabemos esperar o tempo de Deus; queremos tudo na nossa hora. Deus tem promessas a cumprir na sua e na minha vida, mas temos que aprender a ter paciência e esperar nEle com fé. Lembre-se que Deus prometera um filho a Abraão, e ele com fé e paciência, esperou por vinte e cinco anos até que essa promessa viesse a se cumprir.

Não é fácil esperar, mas também não adianta nada se desesperar. Deus não faz nada no nosso tempo senão no d'Ele. Sendo assim, faça como o salmista, espere com paciência no Senhor (Salmo 40.1).

Lembre-se também que Deus prometeu dar aos filhos de Israel uma terra que manava leite e mel, a Canaã. A jornada até Canaã era para durar apenas quarenta dias, mas por causa das murmurações cada dia se tornou um ano, ou seja, eles peregrinaram no deserto por quarenta anos. Após os quarenta anos a terra foi conquistada e a promessa de Deus não falhou.

Querido Irmão/a se você está no deserto, passando por muitas tribulações, saiba então que você é um privilegiado, pois Deus te escolheu. Quer dizer que Ele não esqueceu de você. Você não foi posto no deserto para morrer. O vento sopra na sua vida para te amadurecer e te fortalecer espiritualmente. Enquanto você espera as bênçãos do Pai, glorifique a Ele e agradeça por você ainda estar de pé.

Se Deus prometeu que vai te abençoar, então espere porque Ele te abençoará quando a hora chegar. Ele não é filho do homem para mentir, tudo no seu devido tempo. Tudo que é feito fora do tempo não dá certo, mas tudo que Deus faz no tempo certo, dura eternamente. Deus não é obrigado a abençoar ninguém, até porque Ele não é o nosso servo, ao contrário, nós somos servos dele. Ele nos abençoa porque somos filhos dele. Então querido, ore, busque e espere no Senhor, não se desespere pois ele está te ouvindo e vendo. Acredite e confie, Ele te abençoará no tempo decretado por Ele, confie em Sua Soberania.

-Priscila Gomes