sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A perfeição que Deus requer de nós

Certamente, em algum momento da vida, você já ouviu ou disse a seguinte frase: ''ninguém é perfeito''. Realmente, nenhum ser humano é completamente perfeito, isso por causa da natureza humana que foi corrompida pelo pecado. Por causa do pecado somos todos imperfeitos e absolutamente incapazes de agradar a Deus por meio de boas obras.
Mas no inicio não era assim, quando Deus criou Adão, Ele o fez totalmente perfeito, imaculado e sem nenhum pecado. Porém quando este pecou, deixou de ser perfeito, e então a sua natureza tornou-se pecaminosa e com inclinação ao mal. E como afirma Romanos 5.12,  o seu pecado passou a todos os homens.

Voltando a frase 'ninguém é perfeito'', muitos a utilizam como justificativa para pecar. Outra frase que é muito utilizada fora do contexto para justificar o pecado é: ''a carne é fraca''. É claro que quem faz uso dessas frases como desculpa para  pecar, é porque é um ignorante bíblico e de fato não conhece a Deus.

Volto a dizer que nenhum ser humano, e nem mesmo os cristãos são inocentes ou perfeitos no sentido de não terem pecado. Os filhos de Deus só serão plenamente perfeitos quando Cristo se manifestar e transformar o nosso corpo (1Coríntios 15.52). 
Mas estou certa de que Deus exige do seu povo um grau de perfeição, na verdade, temos que ter o caráter igual o de Cristo. E neste mundo temos que fazer a diferença, sendo sal e luz.

Creio que você já leu o Sermão do Monte em Mateus 5. Nesse sermão, Jesus ensinou como aqueles que entram no Reino de Deus devem agir e se comportar. Para o mundo, os ensinamentos de Jesus não tem sentido algum, aliás, como alguém pode amar aquele que só lhe faz mal? E o que há de errado em ficar com raiva do meu irmão? Por que não posso me vingar, pagar na mesma moeda àquele que me fez o mal? 

Jesus ensinou sobre tudo isso nesse Sermão.  Observando atentamente, os ensinamentos de Jesus no sermão do monte é sobre como os seus seguidores devem agir em relação ao próximo. Jesus tratou de assuntos como: o adultério, os juramentos, a vingança, o amor ao próximo - Tudo isso vemos no nosso dia a dia, e são coisas que podem acontecer conosco. Então como lidar biblicamente com isso? Jesus ensina como temos de agir diante dessas situações. A minha recomendação é que você separe um tempo para estudar e meditar no capítulo inteiro de Mateus 5, para a sua melhor compreensão.

No final Jesus disse: ''Portanto sejam perfeitos, assim como é perfeito o pai de vocês que está nos céus'' (NTLH). Por que Jesus no manda ser perfeitos? Porque Deus, o nosso Pai, é perfeito. Seremos perfeitos como Deus quer se praticarmos os mandamentos que Jesus nos deixou. Agora, quais são os mandamentos do Senhor? Existem dois grandes mandamentos, quando obedecemos a esses dois grandes mandamentos cumprimos toda a lei. Vejamos:
''Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande primeiro mandamento. O Segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas'' ( Mateus 22.37-40).

O apóstolo João diz em sua epístola (1 João 5.3), que os mandamentos do Senhor não são pesados. Portanto, aquele que de verdade nasceu de novo, não terá dificuldade para obedecer aos mandamentos do Senhor.  A obediência é uma das qualidades daqueles que amam verdadeiramente a Deus. Sem dúvida aqueles que amam a Deus não fazem mal ao próximo, por causa do amor. E esse amor se manifesta com obras e atitudes. Quando somos maltratados, não maltratamos, quando somos injuriados, não injuriamos, etc. Quando temos o Fruto do Espírito- amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, mansidão, fé, temperança - a nossa conduta aqui na terra torna-se perfeita. 

Jesus Também ensinou sobre o perdão. Desde a antiguidade, as pessoas,  sempre tiveram dificuldades para perdoar um ofensor. Realmente perdoar é algo difícil, ainda mais quando se é para perdoar alguém que lhe fez muito mal. Mas o perdão não é um sentimento, mas sim uma atitude a ser tomada. Os seguidores de Cristo devem perdoar aqueles que lhes fazem mau. Da mesma forma que Jesus perdoou aqueles que o crucificaram e zombaram dele na Cruz. Seremos perfeitos como Deus deseja se obedecermos a esses mandamentos do Senhor.

''Pois toda a lei se resume numa só palavra: amarás o teu próximo como a ti mesmo'' ( Gálatas 5.14)

E em relação a Deus, o cristão deve manter uma perfeita comunhão com Ele. Existem inumeráveis coisas que podem impossibilitar uma perfeita comunhão com o nosso Pai Celestial. Coisas essas que devemos chutar para bem longe.

Enfim, temos um manual único, a Bíblia. Nela, o próprio Deus nos dá diretrizes para vivermos retamente perante Ele e perante a sociedade. E temos um ser em nós, o Espírito Santo, que nos guia em toda a verdade (João 16.13), que nos ajuda, nos consola, e nos ensina todas as coisas. E se o Espírito habita em nós, não somos como o mundo, somos diferente. Em Cristo somos livres;  mas, essa liberdade não pode ser usada como desculpa para dar ocasião a carne ( Gálatas 5.13). 

Portanto, não use as expressões: ''Ninguém é perfeito'', e a ''carne é fraca'' para justificar seus erros e pecados, sejam eles em relação a Deus ou ao próximo, ou ambos. Se você faz isso então precisa se arrepender e nascer de novo. Saiba que somos responsáveis pelos nossos atos diante de Deus.
Busque aprender mais de Deus lendo e estudando as Escrituras. Encha a mente com as coisas celestiais, pense nas coisas do alto (Colossenses 3.2). Não deis lugar ao diabo (Efésios 4.7). E viva para a glória de Deus. 

Todas páginas da Bíblia, de Gêneses a Apocalipse, nos ensina a viver para a glória de Deus. Bom, meus irmãos, paro por aqui senão o texto vai ficar demasiadamente longo.

''Sede vós, perfeitos, assim como é perfeito o vosso Pai Celestial''

- Priscila Gomes da Silva

6 comentários:

  1. Já diz o Senhor: Quantos vivem em Igrejas a anos e nunca Me conheceram. Muito mais no blog: O Aviso de Deus 1 (bater no Google). A Perfeição é uma obrigação, dever para com o Pai ou seja um amadurecimento espiritual dado pelo Espírito Santo quando encontra lugar para operar. Pouquíssimos já tem dito o Senhor lhe obedecem, toda a Bíblia de Gênesis a Apocalipse mostra os pouquíssimos que tiveram uma vida piedosa, como exemplo pode-se citar no AT Josias e Ezequias os únicos reis levantados por Deus para pascentar Seu povo. Deus te abençoe em Sua busca pela perfeição.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo blog
    Gostei muito dos assuntos nao li todos mais os que eu li achei muito interessante e bem elaborados.
    Tbm tenho um blog mais estou começando agora e estou precisando de sugestões.
    Se puder me ajudar Deus teabençoe em nome de Jesus.
    Sl39.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e Paz, Wilson
      Fico muito feliz por ter se agradado do Blog! No que puder estou pronta a ajudar, um abraço! ;)

      Excluir

Comentários ofensivos e que contenham palavrões não serão publicados.