quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Renuncie-se a si mesmo por Cristo

Certo dia Deus disse a Abraão: "... Toma agora o teu filho, o teu único filho a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas que eu te direi'' ( Gn 22.2)

Sim. Deus mandou que Abraão sacrificasse o seu único filho, '' sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito. Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência....'' (Hebreus 11.17)
Lendo as escrituras, podemos notar que em nenhum momento Abraão questionou a Deus. Ele não duvidou de Deus, não reclamou e não resistiu a Sua ordem, pelo contrário, prontamente obedeceu. Quando tudo estava pronto para sacrificar Isaque, e Abraão estendeu a mão para sacrificar o menino, o Anjo do SENHOR bradou do céu e disse: Abraão Abraão!  Não estenda a tua mão sobre o moço e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus e não me negastes o teu filho, o teu único (Gn 22. 12).

Deus sabia que Abraão sacrificaria a Isaque se não houvesse interferência, por isso Ele interferiu. Na verdade, isso era apenas um teste, uma prova, para averiguar a autenticidade da fé de Abraão; Deus não queria que ele sacrificasse seu filho, até porque, Ele abomina sacrifícios humano.

Agora, reflitamos, Abraão renunciou a si mesmo e estava disposto a entregar  o seu filho em sacrifício  a Deus. E nós, o que temos renunciado por amor a Deus? 
Nos dias atuais, infelizmente, há muitos que não sabem o que é ser cristão verdadeiro. Pensam que ser cristão é sinônimo de riquezas, paz, saúde, bem estar; pensam que é ter tudo do bom e do melhor, enfim. Mas ser cristão certamente não é isso. Se atentarmos para os nossos irmãos da igreja primitiva,  veremos que eles sofreram as mais terríveis perseguições. Se atentarmos para a vida dos apóstolos Pedro, Tiago e Paulo, veremos que eles sofreram muito e foram até martirizados por causa do Evangelho. Nenhum deles tiveram vida fácil, pelo contrário. 

Hoje, o que não entra na cabeça de muitos é que a renúncia faz parte da vida de absolutamente todos os cristão na face da terra. Ser cristão é renunciar a si próprio, leia.
"Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me" (Mateus 16.24)

Uma das definições da palavra ''renunciar'' segundo o dicionário de português é: negar ou recusar algo ou alguma coisa; rejeitar: renunciar os prazeres da carne. Os sinônimos de renunciar são: negar, recusar, rejeitar, abandonar.
A vida daqueles que são chamados por Deus é guiada por Ele mesmo, pelo seu Santo Espírito enviado para habitar dentro de cada crente; portanto, um cristão que ama a Deus verdadeiramente, se satisfaz em obedecê-Lo em tudo. Só que os crentes da nossa geração (não generalizando) a maioria são mimados, são como bebês, choram por tudo, não sabem lidar com as provas, são murmuradores e infiéis, não sabem o que é ser cristão de verdade.

Muitos não estão dispostos a se sacrificar e nem renunciar a si próprio; outros, não suportando carregar a cruz se recusam a trilhar o caminho estreito e, assim, procuram por um caminho mais fácil. Outros estão mais ocupados com as coisas da vida do que preocupado com o seu estado espiritual; muitos outros pensam que podem ser cristãos e ao mesmo tempo continuar vivendo na imundícia, no pecado, na fornicação, no adultério e na imoralidade. Não querem renunciar, recusar, abandonar e rejeitar os prazeres da carne; não estão dispostos a isso, porque na verdade, estão cegos espiritualmente e não entendem o evangelho e nem o que é ser cristão. 

Ser cristão é viver para Deus, e não para si mesmo. O cristão verdadeiro renuncia a tudo por Cristo e pelo evangelho: mãe, pai, esposo, esposa, filhos, casa, e até mesmo a própria vida se necessário.
Atualmente, aqueles que se dizem cristãos, não querem renunciar a nada por Cristo porque não estão dispostos a carregar a cruz; não estão dispostos a abrir mão do conforto e da segurança do lar para ir em busca das almas perdidas; não estão dispostos a ficar um dia sem as redes sociais para passar um dia inteiro com Deus, será que isso é demais para você? Se for, me desculpe, você não é cristão.

Saiba que o cristão verdadeiro ama a Deus mais do que qualquer outra coisa ou pessoa e, está disposto a se sacrificar por amor ao Senhor e ao evangelho.
E você, está disposto a se sacrificar por Cristo? Está disposto a renunciar a si mesmo e seguir após Cristo? Está disposto a colocar a sua vida em risco por amor ao Evangelho de Cristo? Reflita.

- Priscila Gomes da Silva

8 comentários:

  1. Muito bacana o texto, o lance, penso seu, é quando as pessoas pensam que estão se "sacrificando" por Cristo. E muitos, buscam um sacrifício que as vezes não é o que Deus quer naquele momento, e ainda assim o fazer, por diversos motivos, menos por Cristo genuinamente. Acho que é isso. Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz, Henrique !

      Sim, é verdade .
      Obrigada por comentar, volte sempre!

      Excluir
  2. Seus estudos são muitos edificante,poste mais eu agradeço que o Senhor nosso Deus continue te abençoando poderosamente. PAz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor, Alane!
      Que alegria saber que os textos aqui do blog tem te edificado, é um prazer escrevê-los para vocês.

      Que o Senhor te abençõe também, abraços! 😘

      Excluir
  3. Bênção pura, palavras para despertar quem está dormindo, Jesus está voltando!

    ResponderExcluir
  4. HUASHUASHUA, QUE BABOSEIRA. O MELHOR É BEBER DA TAÇA DA VIDA ENQUANTO ELA AINDA ESTÁ CHEIA. SÓ SATAN DA A VERDADEIRA LIBERDADE. HAIL SATAN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido(a) anônimo(a), vejo que estás completamente cego(a) espiritualmente.
      O deus deste século ( Satanás) cegou o teu entendimento, por isso pensas que és livre; mas na verdade, você é escravo do pecado. Somente Jesus Cristo pode te libertar.
      Que Deus tenha misericórdia de ti e abra teus olhos para que possas se arrepender de teus pecados enquanto é tempo.
      O dia do Juízo vai chegar. Arrependa-se!

      Excluir

Comentários ofensivos e que contenham palavrões não serão publicados.