sábado, 5 de setembro de 2015

Valorize a sua Bíblia

A paz do Senhor pessoal, tudo bem com vocês?

Antes de iniciar o texto de hoje quero agradecer a todos vocês que tem acompanhado o blog CdE. Obrigada a cada um de vocês que disponibilizam um pouco do seu tempo para ler os textos daqui e fazer seus comentários que são muito importantes para mim. Obrigada, obrigada, obrigada!!

Hoje eu quero falar sobre a Bíblia. Como é que você trata a sua Bíblia? Como um livro qualquer, como um objeto sem valor, como algo que não mereça cuidados? Será será que você deixa ela na igreja, como fazem muitos por aí, só para não ter o 'trabalho'' de carrega-la quando for cultuar a Deus?

A alguns dias atrás eu comecei a ler um livro que é maravilhoso e já estou quase terminando de ler, e também indico a todos vocês. O livro é o ''Contrabandista de Deus''. Este livro conta o testemunho do irmão André, o fundador do Portas Abertas, que é uma organização cristã que trás apoio a igreja perseguida em mais de 60 países.

O irmão André foi chamado por Deus para ser missionário em lugares que ele jamais havia imaginado. Ele pregou em países da Cortina de Ferro, que eram países socialistas e comunistas e que não se tinha liberdade para pregar o evangelho como temos hoje.

Em vários países, por trás da cortina de ferro, em que ele pregou havia escassez de Bíblias. Em muitas igrejas em que ele havia ido não tinha uma Bíblia sequer. E se tivesse duas Bíblias em uma única igreja era muita coisa! Não é exagero.

Daí ele passou a fazer contrabando de Bíblias para esses países onde não se podia ter Bíblias. Linda era a reação dos crentes desses lugares quando viam uma Bíblia. A emoção tomava conta dos pastores que não tinha um exemplar sequer para ensinar os membros. A emoção tomava conta de cada irmão quando via o Livro Precióso.

Isso é apenas um pequeno resumo do testemunho do irmão André. Se você quiser, poderá saber mais sobre ele em seu livro ''O Contrabandista de Deus''.

Enquanto muitos irmãos em países como a Coréia do Norte, Síria, Afeganistão, Malásia, Irã, etc, não podem declarar abertamente que são cristãos, enquanto a grande maioria desses irmãos não portam um exemplar da Bíblia em sua língua, muitos aqui no Brasil não estão nem aí para as suas Bíblias.

Isso porque nós brasileiros não sabemos o que é não ter uma única Bíblia sequer. Nós não damos valor a nossa Bíblia porque temos muitas em casa, por isso não damos valor. Na verdade nós não estamos nem aí para o Livro que nos mostra o Caminho da Salvação.

Só nos importamos com o nosso celular, facebook, whatszapp, e sei lá mais o que. Temos mais carinho com o nosso aparelho celular do que com a Bíblia. Se a nossa Bíblia cair em uma poça de água suja não tem problema, mas se isso acontecer com o nosso amado celular, surtamos, não é?

Precisamos parar para pensar, meditar... Vivemos em um país livre, só que essa liberdade religiosa não vai durar para sempre. O dia em que não iremos mais poder carregar Bíblias irá chegar. Por isso dê valor a sua Bíblia, ame a sua Bíblia.

Não deixe sua Bíblia na igreja como muitos a deixam. Carregue ela para onde você for. Doe Bíblias a quem não tem nenhuma. E principalmente, LEIA a Bíblia. Sugue-a, memorize-a. Nunca deixa ler a Palavra um dia sequer.

Pense em nossos irmãos sofredores, perseguidos que gostariam de ler um versículo da Palavra e não podem porque não portam um exemplar neste momento. Pense neles.

Lembre-se, sua Bíblia não é pandeiro e nem saco de pancadas. A Bíblia é a Palavra de Deus e se você não tem o hábito de lê-la, você pode morrer espiritualmente.

Bem meus queridos, é isso o que eu quero deixar para vocês. Tenho visto inúmeros crentes que não tem dado o devido valor a Bíblia, isso é lamentável.

A partir de hoje passe a olhar a sua Bíblia com outros olhos, tenha mais cuidado com ela do que qualquer outra coisa.