segunda-feira, 3 de março de 2014

Santidade ao Senhor


O texto de hoje se trata de santidade. Nós temos um Pai que é Santo e por ele ser santo nós, como filhos, também temos de ser santos.
Mas o que é ser santo? Será que é andar coberto dos pés a cabeça, ou será que é ser isolado de tudo e de todos como uma ilha? É claro que não.
Há muitos  que tem uma concepção muito errada de santidade. Pensam que cantar, orar, pregar, pular, rodar, sapatear e andar de olhos fechados são sinônimos de santidade.

Para começar, santidade significa separação. Ser santo significa ser separado. Mas separado do quê? Das pessoas? Não. Porque se santidade significasse estar longe das pessoas como é que pregaríamos o evangelho a elas? Portanto, isso nada tem a ver com santidade.
Por falta de conhecimento bíblico, muitos crentes, por se acharem mais espirituais do que outros, acabam por se afastar de outras pessoas consideradas por ele menos espirituais.  Na verdade, o que está prevalecendo é a hipocrisia, o farisaísmo; muitos estão se comportando como verdadeiros fariseus. No exterior  aparentam santidade, porém no íntimo são como sepulcros caiados.

A santidade não é algo que se adquire da noite para o dia; pelo contrário, é um processo paulatino, que é adquirido aos poucos. Por que precisamos ser santos? Porque o nosso Pai é santo. Santidade é o que Deus requer de nós, ele se agrada daqueles que buscam a santidade. O Espírito Santo nos ajuda no processo de santificação porque a nossa carne, por natureza, não quer ser santificada. Por isso, sem a ajuda do Espírito Santo jamais conseguiremos ser santos.
A Bíblia diz para sermos santos em toda a nossa maneira de viver.
''Mas como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver'' (1Pedro 1.15).

Ser santo apenas dentro da igreja não é o suficiente.  É precisos ser santo lá fora, no mundo. No mundo existe dois povos distintos: os filhos da luz e os filhos das trevas. E todos estamos em um mesmo lugar - o mundo. A diferença é que os filhos da luz  não praticam as mesmas coisas que os filhos das trevas; isso porque somos o sal deste mundo.
Qual é o seu comportamento no mundo? Será que a tua luz apaga quando você está com os teus amigos, ou esconde a sua identidade de cristão por medo e vergonha do que os outros vão achar?
Grave isso no seu coração: sem a santificação ninguém verá a Deus (Hebreus 12:14).


Priscila Gomes da Silva