sábado, 1 de dezembro de 2012

A incerteza das riquezas

Quanta gente rica no mundo não é mesmo? Pessoas que tem tudo e nada ao mesmo tempo! Quantos confiam em  carros, em cavalos, no seu dinheiro, em seus seguranças. Mas a Bíblia diz, que se Deus não guardar, em vão vigia a sentinela. Quanto mais o indivíduo tem mais ele quer ter, não se conforma com o que tem. Há outros que querem ser ricos, a Bíblia diz 


''Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruina'' (1Timóteo 6:9.)

A idolatria ao dinheiro é pecado. Os fariseus antigamente acreditavam que a riqueza era um favor especial de Deus, e por isso zombavam dos pobres. Eles zombaram até mesmo de Jesus por ele ser pobre (Lucas 16.14). Podem observar que todo aquele que possui riqueza, vive como se não precisasse de Deus simplesmente porque pensam que o dinheiro é a solução para tudo. Mas o dinheiro não trás segurança, não trás paz, e muito menos a salvação.

O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Timóteo 6.10). Muitos fazem coisas absurdas por dinheiro; o cristão não pode ser apegado ao dinheiro, e não deve acreditar que ele é a garantia de que teremos segurança, paz etc. Conforme-se com o que tens, não queira mais do que você pode ter.

 'Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos;'' (Romanos 12.16)

Viemos ao mundo sem nada e é certo que quando partirmos dele também não levaremos nada. Não seja uma pessoa ambiciosa e avarenta. Não ame o dinheiro. É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus. Deixe para trás toda ambição de ajuntar tesouros na terra e ajunte tesouros no céu.

 - Priscila Gomes da Silva