quarta-feira, 18 de julho de 2012

Martirizados por amor a Deus

A paz queridos e queridas... hoje eu vou falar um pouco sobre os mártires do passado que por amor ao Evangelho não negaram a Cristo, espero que gostem do post... boa leitura!

Muitos homens no passado foram mortos por amor a Deus, por não negarem a Cristo e nem a sua Palavra foram torturados, mortos, martirizados. Naquela época os servos de Deus não tinha nenhuma liberdade de cultuar a Deus, eles tinham que se esconderem para poderem adorar a Deus.

Nero foi um dos piores perseguidor dos cristãos primitivos. Não tinha pena, ele se divertia assistindo a morte dos servos de Deus. Muitos por não se converterem a outras religiões são mortos, e por não negarem a sua fé.. Todos os apóstolos de Jesus foram assassinados , exceto João. Pedro morreu crucificado de cabeça para baixo. Tiago morreu decapitado, Judas ( não o Escariotes) foi apedrejado até morrer, Mateus foi perfurados com lanças, Matias também foi apedrejado,Felipe foi crucificado..

Todos estes morreram por amor a Deus, não cometeram nenhum crime, mas foram brutalmente assassinados. E o que vocês me dizem de Estevão? Um homem sábio separado para o diaconado, sua maior preocupação eram com as almas. Ele como o nosso Cristo foi levado ao sinédrio, foi acusado de profanar o templo e a lei de Moisés(Atos 6 :13).

Estevão foi apedrejado até a morte, viu Jesus a direita do Pai. Nada, nem pedras fizerem aquele homem desistir de Cristo. Eu li um livro muito interessante que fala sobre os mártires do passado, o título do livro é " O livro dos Mártires'' seu autor John Foxe,. Neste livro conta a história de muitos cristãos, homens mulheres até mesmo jovens que foram martirizados por amor ao Evangelho de Cristo, quantas atrocidades são descristas neste livro. As mulheres que não negavam a Cristo tinham os seios arrancados, quando não eram abusadas pelos soldados, eram enforcadas,mortes horrendas e absurdas. Muitos eram largados em masmorras sujas,sem água e sem comida. Muitos eram lançados em covas de leões para serem devorados, eram arrastados pelas ruas até morrerem, eram obrigados a desfilarem nus pelas ruas. Eles não tinham liberdade de pregar a palavra pelas ruas, era tudo escondido. Infelizmente no Irã o pastor Youcef Nadarkhani foi condenado à morte por enforcamento  por não se converter ao Islamismo, mas foi pela permissão de Deus.

Qual foi o crime dele? Ser um cristão.Hoje nós temos toda a liberdade de pregar a palavra de Deus, mas muitos estão negando a Cristo, deixando ele de lado por coisas fúteis, coisas bobas. Muitos tem a oportunidade de estar na casa de Deus, mas preferem ficar em casa assistindo o último capítulo da novela, ou não vão porque não tem vontade. Nós vivemos em um país livre, que nos permite cultuar a Deus, pregar a palavra sem precisarmos nos esconder.

Muitos estão querendo imitar a Jonas, pensam que podem fugir e se esconder  de Deus, são egoístas querem a salvação só para si. Mas a salvação é para todos. Jesus Cristo foi mártir também, e ele perdoou a todos os que lhe fizeram mal. Estamos vivendo no tempo da graça, mas esse tempo não irá durar para sempre irmãos. Vamos pregar a palavra Deus enquanto podemos, o tempo é agora!

Priscila Gomes da Silva